Criado por & Incluido na categoria Aquecimento para sua habitação.

Já leu os primeiros artigos? Se não, leia aqui o 1º e aqui o 2º

Algumas soluções com vantagens e limitações

Se ainda está em dúvida sobre o tipo de aquecimento mais adequado para si, veja um comparativo entre algumas soluções:

Aquecimento a gás e combustível líquido:

Funciona independente de ligações eléctricas, possui um alto rendimento e ainda dispõe de mobilidade, com aquecedores sem conduta.

No caso do uso do gás líquido é proporcionado um calor duradouro, suave e económico, com uma atmosfera húmida. Já com o combustível líquido o aquecimento é rápido e potente.

Entretanto podem acontecer alguns problemas como cheiros, fumos e emanação de gás tóxico. Para isso, há a necessidade de instalação de um detetor de monóxido de carbono e é obrigatória a escolha de um local arejado e aberto, com existência de equipamentos de segurança contra incêndios. Além disso, estes equipamentos se utilizam de fontes de energia não renováveis.

Combustão a lenha:

Funcionam independente de ligações eléctricas e possuem fortes potências, sendo indicados para aquecer divisões amplas e por um longo período de tempo. Possuem uma performance boa e com alta eficácia, além de serem uma solução de combustão mais ecológica.

Contudo também não está livre de problemas relacionados a cheiros, fumos e emanação de gases tóxicos. Por isso, também necessita da instalação de um detetor de monóxido de carbono e é obrigatória a instalação em locais arejados e abertos que disponham de equipamentos de segurança contra incêndios.

Combustão a pellets:

É uma fonte de energia mais barata, com armazenamento fácil e seguro, além de ser um combustível limpo, 100% natural e ecológico, com quase nulas emissões de CO2. Ainda possui como vantagem o fato de ser muito eficiente na queima, ter múltiplas opções de aquecimento e ser programável.

Os contras deste tipo de combustão são a necessidade de ligação elétrica e a manutenção e limpeza mensais.

Aquecimento elétrico:

São muito simples de usar e possuem uma regulação precisa da temperatura, com um aumento rápido da mesma (sendo, por isso, indicados para divisões pequenas). Além disso, ainda têm um funcionamento limpo e sem emissões de CO2.

Contudo apresentam um custo muito elevado se não controlado com o complemento de um sistema de programação e ainda podem saturar o ar, que poderá ser colmatado com a utilização de humidificadores e purificadores. Se precisa de uma empresa de instalação de caldeira, contacte-nos.

Rua das Furnas Nº24 2ºDto, S.Domingos de Benfica 1500-300 Lisboa
912460817
[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *