Criado por & Incluido na categoria Qual a caldeira ideal para si?.

Se está a construir ou reformar, pode estar a enfrentar o dilema de encontrar a melhor opção de sistema de aquecimento para a sua residência. No mercado, é possível nos depararmos com inúmeras opções de caldeiras, mas você consegue distinguir as diferenças entre elas? Sabe quais são suas indicações de uso e qual delas é a ideal para si? Se você também têm dúvidas acerca deste assunto, veja as nossas dicas e encontre a melhor caldeira para a sua morada.

Tipo de combustível

Um dos pontos muito importantes é em relação ao tipo de combustível utilizado para o funcionamento da sua caldeira. Veja os principais disponíveis no mercado:

Caldeiras a gás:

São as mais conhecidas e amplamente utilizadas em Portugal. Em geral, são movidas a base de gás natural, contudo ainda é possível encontrar modelos que não necessitam de uma rede de abastecimento de gás, muito útil para as moradias que não dispõem deste sistema. Assim, você poderá optar por caldeiras a gasóleo, a gás propano ou butano.

Neste tipo de combustível, existem dois modelos muito usados: os de passagem e os por acumulação. Os esquentadores a gás de passagem são mais económicos, porém é preciso esperar um pouco para conseguir água quente. Já nos sistemas elétricos tradicionais, a água é imediata, porém o consumo de energia é maior.

As caldeiras murais são consideradas as melhores opções para a maioria das moradias, porque são menos poluentes, de fácil instalação e muito seguras, além de terem pouca manutenção e com uma vida útil bastante elevada, o que amortiza os seus custos iniciais de investimento.

Com a evolução tecnológica constante, é possível encontrar opções de caldeiras murais a gás natural em uma ampla gama de modelos e soluções que satisfazem até 65kW em aparelhos muito compactos.

Elas são responsáveis por resolverem, de forma imediata, as necessidades de aquecimento central e de produção de águas quentes sanitárias sem muitas limitações técnicas.

Caldeiras a gasóleo:

O custo para este tipo de caldeira é muito semelhante ao custo da de gás natural, com a vantagem de que ele não necessita de instalações específicas. Qualquer aparelho de queima, desde que devidamente adaptado, pode funcionar com o gasóleo.

Porém, é importante destacar que este é um dos combustíveis mais poluentes do mercado e o seu preço está fortemente condicionado às oscilações do mercado, devido as subidas e descidas do preço do petróleo.

Espero que tenham gostado, continua no próximo artigo.

Rua das Furnas Nº24 2ºDto, S.Domingos de Benfica 1500-300 Lisboa
912460817
[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *